A Realme, subsidiária da fabricante Oppo, apresentou nesta sexta-feira (13) um novo smartphone com preço intermediário, mas com várias funções de aparelho Premium. Trata-se do Realme XT, que em breve será vendido no mercado indiano.

O grande destaque do modelo é o conjunto de câmeras traseiras: são quatro sensores ao todo, com um deles dedicado ao zoom macro e outro com lente ultra wide para capturar paisagens com um largo campo de visão.

O principal sensor tem 64 MP e abertura f/1.8, utilizando a tecnologia Tetracell para combinar quatro pixels em um e melhorar a qualidade dos retratos e permitindo ampliações sem perda de resoução. Trata-se do GW1, da Samsung, que foi apresentado em maio deste ano.

Fonte da imagem: Realme/Divulgação

O conjunto funciona com base em Inteligência Artificial e traz correções via software, além de suporte à tecnologia HDR. A câmera frontal tem 16 MP e é uma lente da Sony.

Mais detalhes

O processador é o Snapdragon 712, de 2,3 GHz, fabricado em um processo de arquitetura de 10 nanômenos (nm). Já a bateria tem 4.000 mAh de capacidade de armazenamento, número alto para o posicionamento do modelo no mercado.

Fonte da imagem: Realme/Divulgação

O corpo do aparelho é feito com vidro curvo 3D, dando um aspecto fluido ao dispositivo. Na frente, a tela Super AMOLED de 6,4″ tem resolução Full HD + e ocupa 91,9% da dianteira — tirando bordas finas e um notch em forma de gota no topo do painel. O sensor biométrico está embutido na tela e desbloqueia o acesso em 0,34 segundos.

Disponibilidade

O Realme XT será vendido em três variantes: 4 GB de RAM com 64 GB de armazenamento; 6 GB de RAM com 64 GB de armazenamento; e 8 GB de RAM com 128 GB de armazenamento. O modelo mais básico custará 15.999 rúpias, o equivalente a R$ 912 em conversão direta de moeda.

Ele será vendido nas cores azul (Pearl Blue) e branca (Pearl White). A partir do dia 16 de setembro, a Índia será o primeiro país a receber o dispositivo por meio do site da fabricante a loja online Flipkart. O modelo ainda não foi confirmado para outros mercados.

TecMundo

E aí, o que achou?!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.