O ator Pierce Brosnan engrossou o coro dos que torcem por uma mulher no papel do agente 007. “Acho que assistimos aos homens fazendo o papel nos últimos 40 anos, saiam do caminho rapazes, e coloquem uma mulher lá. Seria animador”, disse o ator ao site da The Hollywood Reporte.

No entanto, Brosnan disse que a mudança “não deve acontecer sob o olhar dos atuais produtores”, referindo-se à família Broccolis (a franquia sempre esteve nas mãos da família).

Para ele, os debates levantados pelo movimento #MeToo também devem afetar o perfil do personagem, conhecido também pelo lado sedutor. “Sem sombra de dúvidas, sim… O movimento #MeToo foi relevante, significativo e necessário para a sociedade, então eles tem que responder a a isso”, disse ele.

Brosnan protagonizou quatro filmes da série: 007 Contra Golden Eye (1995), 007 – O Amanhã Nunca Morre (1997), 007 – O Mundo Não É O Bastante de (1999) e 007 – Um Novo Dia Para Morrer, em 2002.

“James Bond tem um certo significado e é um profundo orgulho para mim. Me perguntarão sobre ele até os últimos dias da minha vida. Ele é um personagem muito amado”, completou o ator.

Brosnan está participando do Festival de Cinema Americano de Deauville, na França, onde será homenageado. Seu próximo trabalho será uma comédia da Netflix, ao lado de Will Farrel e Rachel McAdams.

UOL Cinema

E aí, o que achou?!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.