A Uber deve demitir 400 funcionários do departamento de marketing em diversos escritórios ao redor do mundo. A intenção da empresa é reduzir custos em um momento que atravessa uma redução de lucros. A notícia vem em um período delicado para a Uber, que tenta se tornar uma empresa de capital aberto.

O CEO Dara Khosrowshahi anunciou as demissões internamente por email no fim de julho. “Muitas de nossas equipes são muito grandes, o que cria sobreposição de trabalho, com tomadores de decisão sem clareza e que pode levar a resultados medíocres. Como empresa, podemos fazer mais para manter o alto padrão e esperar mais de nós mesmos e uns dos outros”, disse.

A Uber vem enfrentando algumas dificuldades depois que decidiu se tornar uma empresa de capital aberto. Quando começou a operar na bolsa de Nova York, em maio deste ano, suas ações caíram quase 8% e seu valor vem sendo mantido desde então. Em abril, a empresa já havia admitido que poderia enfrentar essas dificuldades. A expectativa era de conseguir um crescimento significativo ao longo do ano, embora de maneira receosa.

(Fonte: Unsplash)
(Fonte: Unsplash)

A Lyft, principal rival da Uber nos Estados Unidos, também atravessa um momento complicado. Após também abrir seu capital, a empresa passou por um início difícil na bolsa de valores, e viu suas ações despencarem em pouco tempo.

TecMundo

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.